Páginas

28 de ago. de 2012

QUIXERAMOBIM É ESQUECIDO NA NOVA REESTRUTURAÇÃO DA POLÍCIA



A mensagem 7.399 do Poder Executivo criando a nova Lei de Organização Básica da Polícia Militar do Ceará (LOB/PMCE) foi aprovada na manhã desta quarta-feira, 22, nas comissões técnicas e no plenário da Casa.

A nova lei deverá criar o Comando de Policiamento Metropolitano (CPM) e o Comando de Policiamento Especializado (CPE). A Capital e Região Metropolitana passarão de dois batalhões e 11 companhias para cinco batalhões e 20 companhias. O Comando de Policiamento da Capital (CPC) passará a ser responsável pelo policiamento ostensivo apenas em Fortaleza, sem a Região Metropolitana. Os municípios de Aracati, Limoeiro do Norte, Morada Nova, Icó, Várzea Alegre, Mombaça, Senador Pompeu e Parambu, Redenção, Guaramiranga, Pentecoste, BoaViagem, Santa Quitéria, Nova Russas, Massapê, Paracuru e Acaraú, receberão novas Companhias.

O município de Quixeramobim ficou esquecido pelo governo. Mesmo com o sonho de se tornar uma companhia, o risco de voltar a ser um pelotão volta a assombrar a população da terra de Antônio Conselheiro. Em 1999 Quixeramobim possuía um destacamento com 18 policiais, sendo ainda naquele ano elevado a condição de pelotão tendo seu efetivo ido a 30 policiais. Em 2006 Quixeramobim passou a condição de Companhia provisória, chegando a ter um efetivo de 51 homens. Com aprovação da LOB/PMCE, um dos maiores municípios do estado poderá regredir a condição de Pelotão e ter seu efetivo reduzido a 30 homens.  Familiares de policiais se mostram preocupados com o descaso que vem sendo tratada a segurança pública no município de Quixeramobim.  Segundo a esposa de um dos policiais que não quis se identificar, a mesma lamentou o tratamento dado ao município na área de segurança pública. Em conversa com a nossa reportagem disse que é comum a transferência de policiais para outros municípios enquanto a zona rural vem sofrendo com a ação dos bandidos. “Nenhuma autoridade está preocupada com o nosso interior, os bandidos estão invadindo a zona rural enquanto os nossos policiais saem para localidade menores em outros municípios. É lamentável um distrito como São Miguel não ter um destacamento, lá a população vem sofrendo a anos com esse descaso e no lugar de avançarmos estamos é regredindo”, completou.

Com a LOB/PMCE, municípios de menor porte como Várzea Alegre (38.434 habitantes em uma área de 835,705 km²), Senador Pompeu (26.469 habitantes em uma área de  956,122 km²)  passarão a se tornar companhia. Quixeramobim que segundo dados do censo 2010, 71.887 habitantes em uma área territorial de 3.330,068 km², ficará dependendo das companhias de Senador Pompeu ou do novo batalhão de Quixadá para um reforço policial. Hoje o município conta com um efetivo de 43 policiais, sendo vários deles transferidos para atender outras cidades. Neste caso apenas três PMS do Policiamento Ostensivo Geral, que atende toda a área urbana e rural, fazem o policiamento por turno. Se acontecer de Quixeramobim voltar a ser pelotão, este efetivo poderá ser reduzido para 30 policiais do P.O.G. O grande prejudicado é a população do interior que continuará com um atendimento precário, principalmente devido a grande quantidade territorial ao qual o município possui. Somente uma viatura da PM pode atender estas ocorrências, ocorrendo assim uma demora maior a população da zona rural.  

POR FERNANDO IVO

Nenhum comentário:

Postar um comentário